Verão é época de movimento. As pessoas saem de suas rotinas, cada uma de acordo com suas possibilidades sejam financeiras, de gosto ou de tempo, e viajam para curtir a estação mais quente do ano.

Um dos destinos mais comuns aos brasileiros é o litoral. São tantos lugares incríveis nesse país tropical que temos dúvidas ao escolher a praia certa para as férias.

Esbanjamento de beleza, quase todas têm. No entanto, quando se trata de praias com acessibilidade, o assunto muda um pouco de figura.

Nem todos os municípios litorâneos se preocupam com as pessoas que têm algum tipo de dificuldade de locomoção, idosos ou deficientes.

Para facilitar a elaboração de seu roteiro de viagem, selecionamos algumas praias do Brasil que possuem acessibilidade. Conheça quais são as mais indicadas nesse quesito.

Acessibilidade nas Praias

Os países membros da ONU (Organização das Nações Unidas) possuem um acordo  que diz respeito às Normas sobre Equiparação de Oportunidades para Pessoas com Deficiência, responsabilizando-se por adotar medidas acessíveis aos locais de esporte e recreação, isso inclui as praias.

Além desse acordo, existem outras diversas legislações em políticas públicas direcionadas a essa questão. 

O fator preocupante é que essas leis e normas nem sempre são cumpridas e, quando empregadas, ficam recorrentemente sem uma fiscalização efetiva.

Em se tratando de acessibilidade nas praias, uma primeira característica relevante é a facilidade de acesso à faixa de areia e ao mar, mas existem outras medidas que devem ser tomadas como programas com atividades para esse público, equipamentos úteis para maior proveito e mobilidade na praia, entre outros.

Confira quais locais consideram a acessibilidade nas praias e planeje sua viagem.

Acessibilidade nas Praias do Rio de Janeiro

Em se tratando de acessibilidade nas praias da cidade maravilhosa, Copacabana tem destaque. 

A Princesinha do Mar saiu na frente nesse assunto com o projeto “Praia Para Todos” implantado em 2008. 

O programa oferece infraestrutura  e equipe para atividades voltadas ao divertimento inclusivo.

Entendemos que infraestrutura é um fator essencial para mobilidade, mas as ações vão, além disso. 

Copacabana dá esse exemplo entre os postos 5 e 6, locais onde são realizadas atividades específicas para o público com mobilidade reduzida.

Trata-se de um programa que oferece atividades para esse público com práticas de esportes praianos como frescobol e stand up paddle além de acompanhamento em banho de mar, tudo fomentado por uma equipe especialista na área.

 

 

Acessibilidade nas Praias do Nordeste

Quem já foi para Natal no Rio Grande do Norte deve ter passado pela praia da Ponta Negra, mas talvez não tenha reparado em alguns atributos que esse local possui no quesito, acessibilidade. 

Localizada no  Morro do Careca, Ponta Negra conta com a equipe do projeto Orto Rio que realiza atividades para pessoas com deficiência e mobilidade reduzida. Em 2013, a região passou por uma reforma que ampliou a acessibilidade através de cadeiras de rodas. 

Além disso, a Praia da Ponta Negra, uma das principais de Natal, está localizada em uma região privilegiada com fácil acesso à hotéis, pousadas, restaurantes e serviços.

As praias de Pernambuco, principalmente as de Recife, são atendidas pelo projeto Praia Sem Barreiras. 

Trata-se de um programa de acessibilidade que se empenha em levar moradores e turistas com dificuldade de locomoção para mergulhos no mar, apresentando as belezas das piscinas naturais de Porto de Galinhas e outros locais da região.

Cadeiras anfíbias e esteiras são alguns produtos oferecidos nessas praias.

Já na praia de Boa Viagem, há um espaço específico reservado para pessoas com mobilidade reduzida com uma infraestrutura que possui rampas, esteira de acesso, além de instrutores de atividades e atendimento de fisioterapia e enfermagem. 

Desde 2015 a Praia de Iracema em Fortaleza (Ceará), disponibilizou uma esteira de acesso para o mar. O conhecido Espigão de Fortaleza também possui acessibilidade às pessoas com mobilidade reduzida.

Cadeiras anfíbias também são disponibilizadas e equipe de profissionais atendem pessoas com deficiência.

 

+ Veja também: 5 Livros que ampliarão sua visão sobre a deficiência infantil

 

Acessibilidade nas Praias de São Paulo

 

Ilhabela conta com uma equipe de 17 guarda-vidas disponíveis aos turistas com dificuldade de locomoção para auxiliá-los em banhos de mar. 

As praias da ilha que oferecem esse serviço são Saco de Capela, Praia Grande e Curral. 

Aos fins de semana o serviço é estendido à Praia de Castelhano e Praia do Bonete.

Desde 2019, o município de Praia Grande conta com o Programa Praia Acessível, um serviço oferecido na praia no bairro da Guilhermina. 

Esteiras adaptadas e cadeiras anfíbias são disponibilizadas aos fins de semana e feriados.

No Guarujá o programa ‘Praia acessível’ também atua oferecendo as ‘cadeiras anfíbias’. 

O projeto funciona aos finais de semana e para participar é preciso se cadastrar na Praça das Bandeiras, no Centro. 

Conclusão

A infraestrutura adaptada a pessoas com mobilidade reduzida, bem como programas que oferecem serviços a esse público, são um diferencial em praias brasileiras, e esperamos que um dia seja regra, em todas.

Confira se os programas estarão em funcionamento na época em que for viajar, e fique atento aos horários dos serviços.